Quarta, 11 Agosto 2021

“Não consegui conter as lágrimas quando vi o rosto da minha filha”

A chegada do primeiro filho representa um grande aprendizado para o casal, afinal, a maternidade e a paternidade não são uma vocação, mas sim uma construção diária. Pai de primeira viagem, o analista de sistemas sênior Lucas Souza Duca Aguiar vem vivenciando muitas mudanças após o nascimento da pequena Luna, que tem pouco mais de um mês de vida.

“Não consegui conter as lágrimas quando vi o rosto da minha filha. Ela era muito esperada! Os médicos diziam que a minha esposa tinha problemas de fertilidade e, para conseguir engravidar, seria necessário um tratamento. Isso nos assustou bastante, mas pedimos muito a Deus e Ele nos ouviu”, contou Lucas.

Como tem feito home office, o colaborador vem aproveitando bastante os momentos com a filha e passou a ajudar mais nos afazeres domésticos. “A Luna me traz muita paz e alegria. E ela me fez mudar muito a minha rotina, pois eu não tinha o costume de ajudar em casa. Com o nascimento dela, mudei da água para o vinho, tenho feito as tarefas domésticas nos tempos vagos”.

O maior desafio de Lucas tem sido aprender a conter o choro da pequena. Mas, apesar do cansaço provocado pelas noites maldormidas, o paizão vem mantendo a calma e a paciência. “Tento ser um pai presente, amoroso, equilibrado e um bom exemplo para minha filha. Espero manter essas qualidades e ser mais amoroso do que já sou”, afirmou.

Para o futuro de Luna, Lucas não tem dúvida: “Desejo que ela usufrua da vida com alegria, que seja persistente nos sonhos, que aprenda a amar, que seja tolerante e creia em Deus, pois o nascimento dela foi um milagre!”.

WhatsApp Image 2021 07 27 at 14.06.03