Terça, 21 Julho 2020

Como superar os desafios do trabalho remoto

Como gerenciar pessoas virtualmente? E como adaptar o Design Sprint ao trabalho remoto? Esses foram os temas abordados pela nossa Scrum Master e UX Designer do Projeto Transformação Digital Letice Botelho Figueiredo Pereira, durante a sua participação na 5ª edição do Design Sprint Rio - Oficinas Digitais 2, no último dia 5 de junho.

Letice contou que, depois de quase três meses de isolamento, começou a perceber um sentimento de saudade que tomava conta da equipe. “Então, tentei promover mais encontros com os meus times, estimulei a abertura da câmera, incentivei que ficassem mais um pouco após as reuniões para falar sobre assuntos diversos.

Procurei passar para os participantes as estratégicas que estou utilizando para minimizar a distância”. A designer também compartilhou com os colegas como ela e uma superequipe solucionaram o problema do Design Sprint remoto. “Fizeram muitas perguntas sobre as dificuldades que encontramos, o motivo pelo qual resolvemos adotar determinados programas, como foi a experiência de rodar a Designer Sprint remota, como os nossos gestores receberam a solução. Foi uma troca de experiências e conhecimentos fantástica!”, afirmou.

Para Letice, o maior aprendizado do encontro foi a importância de incentivar os profissionais a sair do “anonimato”. Ela aproveitou para deixar um recado para a galera digital: “Abram as suas câmeras para as reuniões. Já estamos distantes demais, não queremos ver letrinhas nos comunicadores. Chamem o colega para um bate-papo com café no meio da tarde, você pode fazer a alegria de alguém e ainda quebrar o gelo da quarentena. Promovam happy hours virtuais depois do horário de trabalho. Estamos vivendo um momento muito difícil, mas vai passar!”.

 

Letice